Sobre

Howth

Nunca acreditei que o acaso existisse e o sonho de morar em outro país surgiu ainda na faculdade. Mas com formatura, trabalho, namorado e família, ele meio que acabou guardado. Sempre acompanhei as histórias de pessoas que viajam o mundo e pensava: um dia vai ser a minha vez. Março de 2015, a dispensa do trabalho e o fim de um relacionamento me fizeram acordar para a vida e refletir sobre quais eram, realmente, meus sonhos, meus princípios e, principalmente, o que eu queria viver daquele momento em diante. Confesso, não foi um período fácil, porque não estamos preparados para encerrar ciclos e enfrentar mudanças. Mas como diz o ditado: há males que vem para o bem. E hoje, estou aqui, VIVENDO na Europa.

Claro que não foi assim, tão fácil.Foram algumas noites em claro analisando orçamentos, escolhendo a escola e pensando se realmente era aquilo que eu queria. Sem contar as noites em que ficava acordada até as 3/4 horas da manhã, fazendo TCCs e artigos acadêmicos para ter um dinheirinho extra e concretizar o meu sonho, e acordava às 7 para trabalhar. Não, eu não tinha dinheiro, mas trabalhei, trabalhei muito. Foram semanas comendo arroz e ovo, ou batata e brócolis, e conto isso sem nenhuma vergonha, porque pra realizar sonhos, precisamos fazer alguns sacrifícios. O meu objetivo tinha que ser maior que a vontade de comprar aquele sapato. E, finalmente, eu consegui. Juntei todo o dinheiro e transformei um momento difícil da minha vida na oportunidade de me tornar uma pessoa melhor e realizar meus sonhos.

Tá, mas e você deve estar se perguntando quando o Latitude 53 surgiu nessa história toda, não é? Então, quando cheguei na Irlanda, meus amigos começaram a falar: Lili, faz um blog para dividir tuas experiências com nós. Como pareceu ser uma boa ideia para uma menina/mulher sonhadora, que adora escrever e fotografar, comecei a pensar em nomes. Claro que surgiram muitos: ‘O fantástico mundo de Lili’, ‘Caí no mundo’, ‘Volta ao mundo com Lili’, ‘Lili na Europa’… Mas eu queria algo diferente e, ao comentar isso com meu amigo Ramiro, ele disse: ‘Rota 66’. Era o nome ideal, porém, um detalhe me fez desistir: nunca estive nos Estados Unidos. Foi aí que veio a ideia: porque não um blog com a latitude da Irlanda? Corri para o Google pesquisar e, de cara, LATITUDE 53 conquistou meu coração. Não, minha história pelo mundo não vai se resumir apenas em Irlanda, mas LATITUDE 53 é o início de tudo. É o meu ponto de partida.

Aqui vou dividir com vocês todos os meus momentos, minhas emoções e realizações. E então, vem viver essa história comigo?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s